Vida, bençãos e desafios…

Maldições e Feitiçarias

Outubro de 1978 – Belo Horizonte MG Brasil

 

Estou sentada em um banco pequeno. Uma leve brisa move as folhas da árvore a qual produz uma sombra que se move sobre minha cabeça e partes do meu corpo. Bebo água fria de uma pequena garrafa que trouxe do apartamento da minha filha mais velha. É perto – apenas um quarteirão pela rua íngreme. Estou sentada em uma pequena praça circular no topo da colina: pequena apenas o suficiente para que um carro rodeie um pequeno círculo para descer em outra rua.

Além de um carro ocasional, a pequena praça é calma.

Minha mente não é calma. Estou abrindo as portas das memórias, tentando compreender a realidade do que estou enfrentando. Tenho certeza de que meu marido de 30 anos de casamento viva parte do tempo com outra mulher, uma mulher que conheço bem. Meu coração está em tumulto.

 

Inesperadamente, uma coisa estranha acontece. Não consigo mais ver! Tudo é preto. Meu corpo se sente pesado. E não posso falar. Mas eu posso ouvir uma voz repetidamente dizendo: “mata-se … você não tem esperança”.

Não consigo pensar logicamente. De alguma forma, uma memória vem à minha mente. Joy Dawson da JOCUM está ensinando sobre pessoas torturadas. A única ferramenta defensiva que temos é o poder no nome de Jesus Cristo. Podemos não ser capazes de orar, nem falar Seu nome verbalmente, mas podemos dizer o nome dEle, uma e outra vez, em nossas mentes.

Eu começo a fazer isso. Muito lentamente, a escuridão e o peso diminuíram, assim como a voz em minha mente desaparece. Eu sou capaz de falar Seu nome em voz alta e a escuridão desaparece. Eu posso ver, pensar e sentir!

Eu continuo sentada no sol com algumas sombra espalhadas, agradecendo a Deus! Eventualmente eu me levanto, Seguindo meus passos de volta ao apartamento, um quarteirão de baixo da colina.

Estou cheia de louvores à Deus, agora entendendo o que tinha acontecido. Meu marido tinha me dito que a mãe de seu amante é uma média espirita e, obviamente, forte. Mas eu estava protegida porque o Espírito Santo trouxe para minha mente o que aprendi anos antes, e que podia usar agora

Eu nunca esquesi aquele dia! O que aprendi me dá coragem até hoje.  Que Salomão escreveu em Provérbio é âlgo em que você e eu podemos nós segurar; uma rocha sólido abaixo de nossos pés.                                                                                                                                                                                    

              Provérbios 26: 2
Como o pardal a vagar, como a andorinha em seu vôo, Então a maldição sem causa não vem e acende [no indigno].
Bíblia amplificada (AMP)

Você e eu podemos receber muitas maldições durante nossas vidas, dos que odeiam a luz de Deus que está dentro de nós. Precisamos estar cientes disto porque é uma realidade enquanto vivemos no mundo de hoje.

Não estou escrevendo isso para assustar ninguém, mas para simplesmente torná-los conscientes do fato de que estamos em uma guerra espiritual … talvez não vejamos, mas sentimos os efeitos disso.

Não precisamos andar com medo. Precisamos nos concentrar no nosso Pai celestial, nosso Senhor Jesus Cristo e nosso Auxiliador, o Espírito Santo. Se o foco de nossas vidas é segui-LO, mesmo que cometamos erros, caminhamos sob as asas de Sua proteção e amor. (Salmo 91)

Se lembre, espere nas promessas de Deus porque são verdadeiras!

Suas promessas e comandos muitas vezes vão contra o que chamamos de “realidade“, mas “na realidade, as promessas de Deus são a realidade real”.    

 Daí, a qual voz que quero escutar?
Quero segurar a mão de quem?

Isa 41:13
“Porque eu sou o SENHOR, seu Deus, que Seguro a sua mão direita, que lhe diz: “Não temas, eu vou te ajudar.’”

E quanto a você?
Isto ajuda você entender melhor que não tem que andar com medo, mas procurando obedecer nosso Deus e Ele ajuda e proteja você?

– Voni

 

 

PALAVRAS – VAMOS FALAR DELAS NOVAMENTE…

Só que desta vez falaremos sobre boas palavras. Palavras de conforto, consolo, palavras alegres e cheias de amor, bondade e encorajamento.

Essas palavras, quando escrevemos, falamos ou ouvimos, causam sentimentos profundos… e é interessante como podemos realmente senti-las.

No entanto, muitas vezes, essas palavras estão no meio de outras palavras, que expressam dúvida ou medo, e as ouvimos fugazmente voando, desejando ouvir mais.

Precisamos dessas palavras.

Mas, onde eu as encontrarei? Quais são as minhas fontes para ouvir as palavras que eu preciso?

1 – Primeira fonte, pessoas ao meu redor.

Quando alguém for a um curso motivacional, sempre há uma ênfase em ficar em torno de quem encoraja, mas para evitar estar em torno de pessoas negativas. As atitudes daqueles que me rodeiam me afetam. Minhas emoções e determinação são afetadas pelo que as pessoas me dizem.
Não acredito que eu deveria procurar essas palavras de pessoas. Eu sempre estou surpreso e grato quando ouço palavras encorajadoras dos outros.  No entanto, sei que essas palavras podem desaparecer.

Algumas coisas que me pergunto…

  1. Quem é parte do meu “círculo íntimo?”

Cônjuge, família, amigos íntimos, melhor amigo (masculino ou feminino), pessoas no trabalho, meus “amigos de bate-papo do café”, amigos nas mídias sociais, amigos na igreja. . . com quem eu gosto de trocar ideias? Qual é a atitude deles em relação à vida e aos outros? Eu tenho uma escolha de com quem eu estou? Já pensei nisso?

  1. Posso evitar estar com pessoas negativas?

1 Coríntios 5: 9-10

“9 Eu escrevi para você em minha carta para não se associar com pessoas sexualmente imorais – 10 nó significa que não todos os sexualmente imorais deste mundo, ou os gananciosos e esquisitas, ou idólatras, estão contigo, antes de você ter que sair do mundo “. Parece que Paulo teve uma boa ideia da vida normal ao seu redor.    P.1000   

2 – Uma segunda fonte, a Palavra de Deus.

O Senhor é meu Pastor, nada me faltará”. Salmo 23
    A Palavra de Deus é preenchida com motivação, instruções, promessas e ajuda
É aqui que vou encontrar minhas respostas – e a firmeza das promessas de Deus. Eu posso depender da Palavra de Deus – sempre.

Aqui é onde eu aprendo a escolher minhas prioridades.
Como luz no meio da escuridão, alegria em meio do mal e à frustração, escolhemos nossas prioridades, a quem acreditaremos e desejamos ser
Algo interessante para mim – as instruções de Paulo sobre como evitar influências negativas são baseadas no que nos concentramos: qual é o ponto central de nossas vidas

As pessoas malignas cercaram Jesus de muitas origens.  Aqueles que queriam destruí-lo e aqueles que desejavam a paz, a alegria e o amor que ele emanava.
Quero que essas qualidades emanem de mim também.

Um conceito interessante que encontrei: duas escrituras que alertam contra coisas diferentes, mas as soluções para resolver os problemas são quase iguais.

  1. A) Qual é minha atitude em relação ao dinheiro que cria ganância, etc.?
    1 Timóteo 6: 10-11
    10 “Porque o amor ao dinheiro é uma raiz de todos os tipos de mal
    É com esse desejo que alguns se afastaram da fé e se perfuraram com muitas dores. 11 Mas quanto a você, O homem (ou mulher) de Deus, fugi dessas coisas. Prossiga a justiça, a piedade, a fé, o amor, a firmeza e a gentileza “.

         NOTA: É o amor do dinheiro que Paulo está escrevendo. E esse amor pelo dinheiro é uma emoção sutil e poderosa … amar o dinheiro mais do que amar as pessoas.

Isso não significa que ignoramos a necessidade de dinheiro em nossas vidas. Mas Paulo nos diz para preencher nossas mentes e viver com coisas boas – justiça, piedade, fidelidade, amor, resistência e gentileza. Se estas são as nossas prioridades, enquanto trabalhamos com dinheiro, não teremos tempo para ter amor ao dinheiro ou outras influências negativas para consumir nossas vidas. Lembre-se, a gratidão por coisas que o dinheiro possibilita não é amar o dinheiro.

B)  Qual deveria ser minha atitude sobre minha própria impulsividade e desejos? Eu fico com raiva quando as coisas não seguem meu caminho?

Em 2 Timóteo 2:22, Paulo escreve:

“Mas mantenha-se afastado das paixões juvenis e procure justiça, fidelidade, amor e paz, em companhia de outros que invocam o Senhor de um coração puro” 


Assunto totalmente diferente, mas praticamente a mesma solução.

Perseguir certas qualidades. Vá atrás delas com profundo desejo e paixão. Quando fizermos isso, ficaremos maravilhados com a diferença em nossas prioridades de vida, nossas atitudes e nossas palavras

 

 

  1. C) Qual deve ser a minha atitude de falar em amor com os outros?
    Efésios 4:15
    Bíblia amplificada (AMP)

        15 “Mas falando a verdade no amor
em todas as coisas – tanto o nosso discurso como a nossa vida expressando
Deixe-nos crescer em todas as coisas para Ele [seguindo Seu exemplo], a
Cristo que é a Cabeça “.

       

 

Para mim, é um desafio e uma alegria falar a verdade com palavras amorosas.

  Os conceitos acima são algumas das maneiras que eu uso para verificar minhas    atitudes e minhas palavras. Este é um desafio constante em minha vida.

E quanto a você? Você tem os mesmos desafios em sua vida? –

  • Voni

A próxima postagem será as maldições?