Oração de Jabez e Eu

Estou lendo de novo a Oração de Jabez. Percebi que preciso revisá-la! De repente, entendi que eu não tenho pedido a Deus para me abençoar. Tenho pedido a Ele para abençoar vocês – e muitos outros…
AGORA estou revendo as escrituras e vou colocar diante dEle os meus pedidos pelas bênçãos dEle. Eu estou sendo específica, escrevendo-os – e como foi verdade muitas vezes no passado, estes pedidos são aparentemente impossíveis. Entretanto, Deus está envolvido, e Ele transforma isso em uma aventura. 🙂

É interessante – como agora há um relaxamento, e paz e alegria no meu espírito, enquanto estou escrevendo.
Me lembro que, há muitos anos atrás, eu escrevi as coisas básicas das quais sentia necessidade na minha vida. Não os desejos, mas as necessidades básicas de que senti.
Um dos itens que anotei é que onde eu moro, sinto a necessidade que seja aberto para o sol e brisa entrarem e encher a casa. Me sinto oprimida em lugares mais fechados e escuros. O que é incrível para mim são as maneiras como Ele tem cuidado por mim nesta área!

Mais uma parte do quadro é Salmos 37:4-7(NTLH)
4. Que a sua felicidade esteja no Senhor! [Isto não é fácil se estiver chorando]
E Ele lhe dará o que o seu coração deseja.
5. Ponha a sua vida nas mãos do Senhor,
Confie nele, e ele o ajudará. [Outras versões falam que Ele resolverá]
6. Ele fará com que a sua honestidade
Seja como a luz
E com que a justiça da sua causa
Brilhe como o sol do meio-dia.
7. Tenha paciência, pois o Senhor cuidará disso….

Eu sei que estou andando numa Aventura com Deus. . . Vou compartilhar com vocês o que Ele faz.
E quanto a você? Você também quer andar nessa aventura???
-Voni

A MORTE NO BRASIL…

Esta é mais difícil.
A morte do nosso amigo em Natal na semana passada me fez colocar o pensamento no papel… Aqui está:
– Os EUA protegem famílias na morte – apesar de haver um custo para isso.
O Brasil NÃO protege famílias.
Eu não estou dizendo que uma forma é melhor que outra.
Ambas são difíceis, pois cada uma delas envolve perdas profundas.

Vou compartilhar algumas realidades da morte que experimentamos no Brasil: sem mencionar todas as emoções.

No Brasil:
Quando um ente querido parte, o corpo que foi deixado tem que ser enterrado dentro de 24 horas. Normalmente o embalsamento não é utilizado.
Portanto, não há luxo de tempo extra. Vocês podem perceber a matemática. 24 horas significam 24 horas.

Alguém da família tem que assinar os documentos para que o corpo seja transportado de casa ou do hospital. O corpo é preparado (muitas vezes pela família), colocado no caixão e o carro fúnebre o levará ao cemitério. Se houver tempo suficiente no relógio, a família poderá escolher um caixão aberto numa casa funerária ou numa área maior como um ginásio, quando há uma grande multidão de amigos. Às vezes a família só quer os amigos mais próximos, e eles fazem um culto simples na casa deles antes de irem para o cemitério.

Como alguém comunica a família e amigos acerca do falecimento? Principalmente por telefone e mensagens, às vezes por anúncio na rádio ou em um jornal de grande circulação.
Onde quer que as pessoas estejam, quando ficam sabendo, todos os planos são descartados e elas vão para onde a família está – de pé ao lado do caixão.
Pessoas deixam seu trabalho pelo tempo necessário.

O corpo é levado para o cemitério. Lá, os coveiros prepararam para descer o caixão (sem forros na cova para esconder a sujeira). Sem resmas de flores. Cordas desgastadas estão segurando o caixão no lugar. Palavras de conforto e esperança são ditas, orações. Então chega o momento que todos temiam. O caixão é descido, há uma surda pancada quando atinge o fundo, as cordas são puxadas para fora e a família joga o primeiro punhado de terra no caixão, alguns podem ter uma flor para lançar. Então aqueles que estão lá, se viram em lágrimas, deixando o corpo da pessoa amada para trás. Dependendo do cemitério, os coveiros começam imediatamente jogando pás cheias de terra no caixão. Eu já os vi fazer isso quando eu estava lá e quase me matou quando ouvi e vi aquilo acontecer.

Eu estava deixando alguém que eu amava – não, não a pessoa, mas o corpo. Mas eu conhecia aquele corpo.
Essa última parte não é diferente no Brasil, nos EUA, em qualquer país. Nós partimos, mas nosso amado não vai conosco.

Todavia, entre as lágrimas, há ESPERANÇA. O anseio pelo dia em que todos estaremos juntos novamente na presença do Senhor, unidos em alegria, movendo para a próxima fase de nossas vidas. Nós só temos breves vislumbres do que a vida será, mas esses vislumbres são o suficiente para me deixar animada e ansiosa por aquele dia!!!

O Senhor é o meu pastor e nada me deixa faltar.
Ele me faz descansar em verdes pastos.
Ele me conduz às águas tranquilas.
Ele restaura a minha alma.
Ele me guia no caminho da justiça por amor do Seu nome.
Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não terei medo algum.
A Sua vara e o Seu cajado – eles me confortam….
parte do Salmos 23.

Brasil – Eu e Você

ATUALIZAÇÃO – – – – –

Os perigos evidentes para o estilo de vida brasileiro (sem alimento, sem combustível, etc…) mudaram para combustível e alimentos racionados. Preços mais elevados. Mais frustrações. Está mais difícil viver.
Profunda gratidão que alguma ordem está sendo restaurada, misturada com incertezas sobre o futuro.

Então qual deve ser a atitude de alguém? Como nós, nos EUA, que estamos orando pelas pessoas no Brasil, estamos cientes que nós também podemos enfrentar esses desafios aqui nos Estados Unidos, porque a vida tem se tornado menos estável neste mundo.
Em quem podemos confiar? Qual é o nosso alicerce? Qual rocha nós podemos nos apoiar e saber que é firme e segura?

Para mim, a ÚNICA Rocha em que eu posso depender totalmente é JESUS CRISTO, meu Salvador, Deus, meu Pai e Deus, o Espírito Santo.
Não posso confiar em ninguém, senão somente em Deus.
Quando Cristo andou nessa terra há 2000 anos atrás, o mundo também estava em revolta. Uma falta universal de justiça. Morte e perseguição … e essa lista continua – desde então até hoje.
Deus, o Filho, encarnou em um homem: que podia ser ferido, suando quando andava nas estradas empoeiradas, falando até que sua voz ficava rouca, carregando a dor daqueles ao redor dele, desejando que eles entendessem a esperança que Ele estava compartilhando com eles. .. e Ele ainda está fazendo o mesmo hoje.
A diferença é: que Cristo está agora nos céus com o Pai e o Seu Espírito Santo reside naqueles que seguem os Seus ensinamentos.

Não, eu não sei o que vai acontecer no Brasil, nem nos EUA, nem em qualquer outro lugar nessa terra. EU SEI que o nosso Senhor nos disse para irmos e compartilharmos as Boas Notícias que Ele nos deu para trazer esperança ao desesperado, desencorajado e perdido. É aí que vamos encontrar a nossa satisfação e alegria.

Nós estamos fazendo isso? Sendo usados por Deus para trazer esperança para aqueles ao nosso redor? Se nossa resposta é não, então minha pergunta é por que não?

Quando entendemos verdadeiramente a vida tão sem graça andando distante de Cristo, isso cria uma compaixão dentro de nós juntamente com amor suficiente a ponto de não pensarmos em nós mesmos e desejarmos fazer coisas que nos fazem parecer tolos por amor a Cristo.

– Voni