A Um Ano Atrás

Eu escrevi isto exatamente um ano atrás, até na mesma hora. MAS EU TIVE QUE MUDAR O FINAL. 

8 de junho de 2018 às 18:51 · 

Meu apartamento em Natal, Brasil, tem 55 metros quadrados. 

Definitivamente isto é um ninho. 2 quartos, 2 banheiros, cozinha pequena, sala de estar com varanda (todos pequenos) e sem lavanderia. 

Muitos americanos não gostariam de alguns dos desafios de viver lá. 

Não há água quente, exceto nos chuveiros. Não lava-louças, 
(Sim, lavamos nossos pratos em água fria … e os limpamos! 🙂  
Temos Wi-Fi. Contrastes inesperados 

Simples e pequeno – e meu lugar!! 

Eu mal posso colocar minha rede na varanda, ver o oceano, sentir a brisa, manter minhas janelas e portas abertas, para que a brisa do oceano passa pela porta da varanda, correndo pela área sai correndo pela porta da frente que está aberta.  

Ela também vem girando nos quartos, mas como não há grandes áreas abertas no outro lado do apartamento, ela serpenteia pelos dois quartos e pelo corredor, para se juntar com à sua barulhenta prima que passa pela área de estar.

Este é meu lar – meu “NINHO”. 

Não tenho ideia de porque tenho esse apego emocional. Talvez seja porque este é o último lar que Joe e eu tivemos no Brasil, e há lembranças espalhadas em prateleiras de vidro colocadas em paredes diferentes. (Quando a área do piso é pequena, é incrível como se torna criativo! :)) 

Eu sei SOMENTE que preciso de ir para meu Ninho por um período de tempo. Eu não sei quais são os propósitos que o Senhor tem para mim em Natal? Talvez seja assim que eu possa ter o fechamento de uma fase da minha vida antes de entrar na próxima? 

Apenas indo até lá, poderei saber. 

No momento, estou em Portland, Oregon, com minha filha, Sheryl e seu marido. Espero voltar a Valdosta, GA, para estar com outra filha em agosto. 

ESTE É ONDE ELE MUDOU … MEUS PLANOS PARA VOLTAR AO BRASIL ESTÃO AINDA EM ESPERA. 

8 de junho de 2019 18h49 

EU SOU AGORA UMA PEQUENO FILHA, PEGANDO NA MÃO DO MEU PAI. ELE ESTÁ ME LEVANDO PELOS ALGUNS DESVIOS QUE EU NÃO ESPERAVA. 

Houve lágrimas, risos, lutas comigo mesmo, sentindo a falta de Joe, aprendendo a confiar mais em Deus. Quando começo me desanimar, lembro-me das palavras de Jesus: 

Mateus 18: 2-4 A Tradução da Paixão (TPT) 

2 Jesus chamou um menino para o seu lado e disse-lhes: 3 “Aprendam isto bem: a menos que você mude drasticamente o seu modo de pensar e se torne ensinável, e aprenda sobre o reino dos céus com a maravilha de uma criança, você nunca será capaz de entrar lá. 4 Quem se humilha continuamente para tornar-se como esta criança gentil é o maior no reino dos céus. ” 

Chegará o dia em que eu pensarei e falarei com Deus enquanto me sento na sacada minúscula, observarei Sua criação ao meu redor, sentirei o sol em meus ombros e a brisa em meu rosto, e vou entender mais o que Deus está fazendo. 

Por agora, tenho que continuar andando como uma criança pequena. 

CORO DE DEUS

                Durante a Segunda Guerra Mundial, quando Londres estava sendo destruída pelos bombardeios da Alemanha, William Temple, que servia como Arcebispo de Canterbury, escreveu o seguinte sobre a adoração:

           “Adorar é despertar a consciência pela santidade de Deus, alimentar a mente com a verdade de Deus, purificar a imaginação pela beleza de Deus, abrir o coração ao amor de Deus, dedicar a vontade à propósito de Deus. “

É um lindo dia. Um daqueles dias em que é bom estar vivo – na realidade, estou sentindo melhor do que tenho sentido em vários meses – e talvez anos? O ar está deliciosamente quente e fresco, com uma leve brisa movendo as flores. Estou surpresa com os aromas agradáveis.

Olho ao meu redor e percebo que faço parte de uma enorme multidão de pessoas. Deve ser milhares?

Entretanto, não há bebês chorando, nem crianças agitadas. De fato, as crianças que vejo espalhadas estão todas contentes, sentadas na grama, brincando em silêncio umas com as outras. Eu sorrio quando olho para elas. A palavra “contente” emana da cena, até mesmo de mim.  

Minha mente leve e solta não mais cria nós de inquietação escondida junto com meu senso de inadequação. Estou em paz!

Novamente olho para os azuis suaves no céu com suas profundidades de cor que eu não estou acostumada a ver, e eles me arrebatam

Quando olho para essa cena, fico extasiada. Estamos em um plano inclinado de grama recém-cortada. As milhares de pessoas que vejo estão em um anfiteatro natural. Alguma atividade está acontecendo em cima do palco, que é ENORME!

Alguém da frente da multidão começa um trecho de uma música. A melodia é alcançada por aqueles que estão por perto e se espalha por toda essa massa de pessoas! Eu sinto arrepios e lágrimas caem pelo meu rosto. A melodia tece uma tapeçaria de som: eu posso ouvir todas as partes sendo cantadas por essa imensa multidão de pessoas, os instrumentos no palco se misturam com as vozes. Eu cantei em corais e toquei em orquestras, mas nunca ouvi nada assim! Na verdade, existem instrumentos que eu nunca vi.                                                

Lembro-me da primeira vez em que cantei uma melodia desconhecida, guiada pelo Espírito Santo, sentada com um pequeno grupo de amigas no chão. Era inacreditavelmente lindo como nossas vozes se misturavam em louvor a Deus. Mas agora? Milhares e milhares de vozes entrando e saindo. Sem desarmonia. Estamos todos cantando louvores ao nosso Deus e Senhor, e o Espírito Santo está dirigindo todos nós!

    Oh Senhor!  Nunca imaginei que eu faria parte dessa onda de beleza e alegria enquanto cantava ao meu Senhor. E Ele está aqui! Sua presença penetra nossas almas, espíritos e corpos.

Não tenho palavras, Senhor, para expressar minha inefável gratidão. 

Estou aqui, com meus amados e O SENHOR! 

Eu estou aqui!