Todos os posts de Voni Pottle

COMO ESTAR CONTENTE E SABER ONDE é O MEU LUGAR

fonte: freepik

Eu escrevi a esse respeito em julho de 2019. Agora, estamos em 28 de junho de 2021, quase dois anos depois.

Estou de volta a Portland – depois de um tempo na Georgia, Brasil, Florida (onde a Covid-19 me pegou), agora no meu quarto de dormir número 1, com Sheryl e Hermilio.

Noite de terça-feira, são quase 21 horas, e ainda está claro lá fora.
O noroeste do Pacífico está nas garras de uma onda de calor terrível, que está quebrando recordes; e eu vou tentar colocar algumas idéias no papel.

Hoje, durante todo o dia, eu fiquei perguntando ao Senhor: “Onde é o meu lugar? O que eu estou fazendo aqui?”

Até este exato momento, não tenho uma resposta… Veja bem, eu sei de uma coisa: quando nós caminhamos com Deus, onde Ele nos coloca nunca é um erro.

Eu já estive em Portland muitas vezes e vivi aqui durante períodos diferentes.

Eu não tinha essa inquietação sacudindo dentro de mim. Eu estava em paz, pois era aqui onde eu deveria estar.
Então, por que agora eu estou me fazendo essa pergunta? Há algo que eu deveria estar fazendo e não estou? Se sim, por que eu não sei o que é?

Algumas vezes eu rio de mim mesma. Tenho certeza que, às vezes, as pessoas olham para mim e balançam a cabeça… eles são gentis a esse respeito, mas ficam pensando no que há de errado comigo. Por que eu não consigo estar contente e feliz aqui onde eu estou? Como eu posso explicar de forma que as pessoas me entendam?

Eu aprendi a estar contente e feliz em mais de 60 lugares diferentes neste mundo.
Paulo coloca isso em seus escritos da seguinte forma:
“Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade.” Filipenses 4:12

E Paulo enfrentou muitas situações!

Aluno muito respeitado e brilhante, Paulo foi ensinado pelos principais rabinos de Jerusalém.
Depois que Jesus foi crucificado, um Jesus vivo confrontou Paulo na estrada para Damasco. Paulo, que estava procurando cristãos para jogá-los na prisão e mais… passa o resto de sua vida compartilhando sobre a importância de Jesus, e outros o jogaram na prisão, apedrejaram-no e caluniaram-no. Aqui, Paulo diz que aprendeu a ficar contente em meio a toda e qualquer situação.

Eu quero estar contente em todas as circunstâncias? Sim, eu quero!
O que eu devo fazer?
Paulo me dá três respostas sensatas, práticas e completas.

1) Filipenses 4:4-6
“Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se! Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor. Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedido
s a Deus.”

2) Efésios 5:15-21
“Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus. Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor.
Não se

embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor,
dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.”

1 Tessalonicenses 5:15-22
“Tenham cuidado para que ninguém retribua o mal com o mal, mas sejam sempre bondosos uns para com os outros e para com todos. Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.
Não apaguem o Espírito. Não tratem com desprezo as profecias, mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom. Afastem-se de toda forma de mal.

Esta é minha lista de instruções. Não tenho desculpa para não estar contente, embora não tenha respostas.
É melhor eu começar a trabalhar estudando essas diretrizes mais uma vez – e aplicando-as em minha vida. Quando eu O obedeço, Ele cuida das minhas emoções.

Obrigada, Pai! Eu estou confiando que estou onde o Senhor quer que eu esteja. Eu confio no Senhor, sabendo que está colocando as coisas em seus devidos lugares – inclusive a mim mesma.

Voni

HOW TO BE CONTENT & NOW WHERE I BELONG

fonte: freepik

I wrote about this in July of 2019.
It is now June 28, 2021, two years later.
I am back in Portland, after time in Georgia, Brazil, Florida (where Covid-19 caught up with me,) and am now in Bedroom #1 here with Sheryl and Hermilio.


Tuesday eve – almost 9 pm – and still light outside.
The Pacific Northwest is in the grips of a nasty heat wave that is breaking records, and I’m going to attempt to put some thoughts on paper.

Today, all day, I’ve been asking the Lord; “Where do I belong? What am I doing here?” I don’t have an answer..You see, I know one thing: When we walk with God, where He places us is not a mistake “
I’ve been in Portland many times and lived here during different periods.
I didn’t have this restlessness rattling around inside of me. I was at peace, for this is where I was supposed to be.
So – why am I now asking this question? Is there something I’m supposed to be doing and am not doing it? If so, why don’t I know what it is?


Sometimes I laugh at myself. I’m sure that at times people look at me and shake their heads… they are nice about it, but they wonder what is wrong with me? Why can’t I be content and happy here, where I am?
How can I explain so people can understand?
I’ve learned to be content and happy in over 60 different places in this world.

Paul put it like this in his writings:
“I know what it is to be in need, and I know what it is to have plenty. I have learned the secret of being content in any and every situation. ..” Philippians 4:12
And Paul had plenty of situations!
A highly respected and bright pupil, Paul was taught by the leading rabbis in Jerusalem.
After Jesus was crucified, a living Jesus confronted Paul on the road to Damascus. Paul, who was seeking Christians to throw them in jail and more . . . spends the rest of his life sharing about the importance of Jesus, as others throw him in prison, stone him, malign him.
Here, Paul says he has learned how to be content in the midst of any and ALL situations.
Do I want to be content in all circumstances? Yes, I do!

What should I be doing?
Paul gives me three no-nonsense, practical and inclusive answers.

1

Philippians 4:6-7 (NLT)
“6 Don’t worry about anything; instead, pray about everything. Tell God what you need, at the same time, thanking him for all he has done. 7 Then you will experience God’s peace, which exceeds anything we can understand. His peace will guard your hearts and minds as you live in Christ Jesus.”

2

Ephesians 5: 15-21
“15. So be careful how you live. Don’t live like fools, but like those who are wise. 16 Make the most of every opportunity in these evil days. 17 Don’t act thoughtlessly but understand what the Lord wants you to do. 18 Don’t be drunk with wine, because that will ruin your life. Instead, be filled with the Holy

Spirit, 19 singing psalms and hymns and spiritual songs among yourselves and making music to the Lord in your hearts.
20 And give thanks for everything to God the Father in the name of our Lord Jesus Christ.

21 And further, submit to one another out of reverence for Christ.

3

1 Thessalonians 5:15-22
15 See that no one pays back evil for evil, but always try to do good to each other and to all people.
16 Always be joyful.
17 Never stop praying.
18 Be thankful in all circumstances, for this is God’s will for you who belong to Christ Jesus.

19 Do not stifle the Holy Spirit.
20 Do not scoff at prophecies, 21 but test everything that is said. Hold on to what is good.
22 Stay away from every kind of evil.

This is my list of instructions. I have no excuse for not being content, even though I don’t have answers
I’d better get to work, studying these guidelines once again – and applying them in my life. When I obey Him, He takes care of my emotions.
Thank You, Father! I am where you want me. I trust You, knowing You are putting things in their proper place – including me..

-Voni

PRAYING FOR CATS AND COMPUTERS

Credit: Reddit

1963 Salem, Oregon

Our four children and my husband, Cal, are waiting impatiently in the car. We are leaving on a week long camping trip. 
We have to leave our cat at a friend’s home – and the cat has disappeared! 

I run into the back yard, desperately searching for that small animal one last time- and praying like mad!
“Please, Lord, bring that cat back. We can’t leave her here while we are gone. And I can’t come back to look again… please!”

As I run around the yard, urgently looking and calling, what to I see? That cat walking leisurely into the yard and coming up to me, rubbing against my legs and purring! I bend over, careful to not move in a way to frighten her, pick her up – hanging onto her tightly – and run to the car.

We leave her at our friend’s home, have a wonderful trip with our kids, stop to get the cat on our way home. We are all glad to see her, even my husband https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t4c/1/16/1f642.png and her purrrr machine is loud in volume and working well.

That scene from over 50 years ago is still indelibly printed in my mind. You may ask, “Why ?!”

For me, it is amazing how many times I’ve thought of “that cat!”
I’ve had so many crazy things to pray for… whenever I’ve stopped because the request was so “crazy”, not even of enough importance to ask God for help, I remember “that cat” coming to me, purring.

2019 January

All this brings me to Sunday night. 
I’m sitting in the recliner in the bedroom, hoping to get some documents finished. Lanae fixed me a cup of delicious coffee. We couldn’t find my coffee mug with a strong lid, so she put the coffee in one of her mugs. I don’t hear her say:
“Mom, be careful for this mug’s lid isn’t very tight”

Sipping on the coffee, I put the mug onto the little shelf beside my chair, settle into my chair and reach for the coffee mug.
Can you imagine my chagrin and distress when the full mug of hot coffee with cream capsizes as the lid comes off, POURING coffee over my keyboard, my chair and the floor. 
The computer keys are awash in a river of coffee.

I hastily move the mug off the laptop, turn the laptop upside down and shake as much of the liquid out as I cant. My hand is shaking and I am praying as I reach for a small computer vacuum and start running it over the keys. I can’t find the little pieces for the suction to be stronger.. but I keep on passing it over the keys.

I turn the computer on – making sure the power cord is not in it. the lines and colors that come up give me little hope. Lanae brings me her small hair dryer. I run that back and forth over the keyboard, praying for my computer.

Eventually, I turn on the power to leave my computer on all night. If running it will help it dry out faster, that’s what I’m going to do!

I eventually quit, tired and praying, my mind keeps repeating itself 
“God knows I don’t have the money to buy a new computer. . . I wonder if he would bless me putting up something on GO FUND ME??? 
I need to find the time to finish my website so the 503 I’m working on can receive funds”
… eventually falling into a fitful sleep – with a knot of sorrow in my stomach – and still praying.

That was three days ago! The day after it’s coffee baptism, the computer gradually came back to life. Tonight, I am working on it again, in the same recliner in the bedroom.!

I have difficulty believing what I know happened!
But it did! No coffee cup next to me with loose lids. In fact, little coffee while I’m working here.

I’m sure I did not follow “correct procedure” with the computer.
But God moved on behalf of this 86 year old widow… maybe He used my guardian angel… I do NOT know HOW… I only know that because I sent a desperate prayer – for a cat, and a computer and all those other things… My Father, My Lord and the Holy Spirit touched my life once again- and I am thankful!

I AM STILL LEARNING I CAN PRAY FOR CATS – AND COMPUTERS – AND MANY OTHER THINGS IN BETWEEN.

What about you? Do you also have crazy prayers God has answered. Aren’t we blessed to have a Father like Him!

Voni

ORANDO POR GATOS E COMPUTADORES

Créditos: Reddit

1963 – Salem, Oregon
Nossos quatro filhos e meu esposo, Cal, estão esperando impacientemente no carro. Nós estamos saindo para uma viagem de acampamento por uma semana.
Temos que deixar nossa gata na casa de um amigo – e a gata desapareceu!
Eu corro para o quintal, procurando desesperadamente por aquele pequeno animal pela última vez – e orando como louca!
“Por favor, Senhor, traga aquela gata de volta. Não podemos deixá-la para trás enquanto saímos. E eu não posso voltar para procurá-la de novo…. por favor!”
Enquanto corro pelo quintal, procurando e chamando urgentemente por ela, o que vejo? Aquela gata andando devagar pelo quintal e vindo até mim, esfregando nas minhas pernas e ronronando! Eu me curvo, cuidando para não me mover de um modo a assustá-la. Então, eu a pego, segurando-a fortemente e corro para o carro.
Nós a deixamos na casa do nosso amigo, tivemos uma viagem maravilhosa com nossas crianças e paramos para buscá-la no caminho de volta para casa. Estamos todos felizes em vê-la, até meu esposo :). A máquina de ronronar dela está em volume alto e funcionando bem.
Aquela cena de mais de 50 anos atrás ainda está impressa indelevelmente na minha mente. Você pode perguntar: Por que?”
Para mim, é incrível quantas vezes eu pensei: “aquela gata”!
Eu tive que orar por tantas coisas doidas… sempre que eu parava porque o pedido era tão “doido”, nem mesmo de importância suficiente para pedir ajuda a Deus, eu me lembrava “daquela gata” vindo a mim, ronronando.

Janeiro de 2019

Tudo isso me leva à noite de Domingo…
Estou sentada na poltrona no quarto, esperando terminar alguns documentos. Lanae me preparou uma deliciosa xícara de café. Não conseguimos encontrar minha caneca de café com uma tampa forte. Então ela colocou o café em uma de suas canecas. Eu não a ouvi dizer:
“Mãe, cuidado porque a tampa da caneca não está bem fechada,”
Bebendo o café, coloco a caneca na pequena prateleira ao lado da minha cadeira, sento na minha cadeira e pego a caneca de café.
Você pode imaginar o meu desgosto e angústia quando a caneca cheia de café quente com creme vira ao soltar a tampa, DERRAMANDO café sobre o meu teclado, minha cadeira e no chão?!
As teclas do computador estão inundadas em um rio de café!
Eu rapidamente movo a caneca do laptop, viro o laptop de cabeça para baixo e agito o máximo possível do líquido. Minha mão está tremendo e eu estou orando enquanto pego um pequeno aspirador de computador e começo a passá-lo pelas teclas. Não consigo encontrar as pequenas peças para que a sucção seja mais forte,mas continuo passando sobre as teclas.

Eu ligo o computador – certificando-me de que o cabo de energia não esteja nele… as linhas e cores que surgem me dão pouca esperança. Lanae me traz seu pequeno secador de cabelos. Passo o secador sobre todo o teclado, orando por meu computador.
Eventualmente, ligo a energia para deixar meu computador ligado a noite toda. Se funcionar, vai ajudar a secar mais rápido. É o que vou fazer!
Eu finalmente parei, cansada e orando, minha mente continua se repetindo: “Deus sabe que eu não tenho dinheiro para comprar um novo computador….
Eu me pergunto se ele me abençoaria colocando alguma coisa no GO FUND ME (equivalente ao vakinha.com.br)
Preciso encontrar tempo para terminar minha página para que a instituição na qual estou trabalhando possa receber fundos.
Finalmente caí em sono profundo – com um nó de tristeza no meu estômago – e ainda orando.
Isso foi há três dias atrás! No dia posterior ao batismo de café, o computador gradualmente voltou à vida. Hoje à noite estou trabalhando nele de novo, na mesma poltrona no quarto!
Tenho dificuldade de acreditar no que eu sei que aconteceu!
Todavia, aconteceu! Agora nenhuma xícara de café com tampa solta ao meu lado mais. Aliás, pouco café enquanto estou trabalhando aqui.

Tenho certeza que eu não segui o “procedimento correto” com o computador.
Entretanto, Deus se moveu em favor desta viúva de 86 anos de idade…. Talvez Ele usou meu anjo guardião eu NÃO SEI COMO… Eu só sei que uma oração desesperada – por uma gata, e um computador e todas as outras coisas…. – Meu Pai, meu Senhor e o Espírito Santo tocou minha vida mais uma vez – e eu estou grata!!
… EU AINDA ESTOU APRENDENDO QUE EU POSSO ORAR POR GATOS – E COMPUTADORES – E MUITAS OUTRAS COISAS DENTRE ESTAS.
E você? Você também tem orações “loucas” que Deus respondeu? Somos tão abençoados de ter um Pai como Ele!

Voni

GOD AND COFFEE

Coffee Bible Pictures | Download Free Images on Unsplash
 Getty Images/iStockphoto

Portland,Oregon
I’m sitting at our table in the cozy kitchen nook. Spring sunshine is streaming in the windows as I gaze at our small backyard. I love this little corner of our home. Crazy as it sounds, this is my “retreat”, especially so at this time of the morning.

My three older children left about 15 minutes ago, heading to school. The two youngest are still asleep upstairs and my husband has gone to class, I am actually by myself in a quiet house – at least for a few minutes, and I am happy!

After clearing the table of family breakfast debris, my cup of coffee is ready, as I pop a slice of raisin cinnamon bread into the toaster. My notebook, Bible and commentary are open , taking up most of the table space. I manage to squeeze in a saucer to hold my toast to butter, then some honey and a slice of cheese. Ah! my
breakfast is ready.

I take a bite of that delicious toast, a sip of coffee, then open the commentary for the comments on the next scripture in my study on PRAYER. I read the verse, look it up in the commentary, then write the summation of my own thoughts in the notebook. I’m in the process of going through the New Testament and it is rich! I’m learning so much and , simply by writing down my thoughts, they remain more permanent in my mind.

My coffee and toast are about gone (the coffee got a little cool as I am writing, and I like hot coffee 🙂 I debate about another piece of toast, but hear some noises from upstairs. The smaller children are awakening… I quickly pick up my study material and put it up high enough that little hands can’t reach it. (This time I use the top of the refrigerator).

Wiping my hands on my apron, I run up the steep stairway and start my day, praying as I go. I’m going to need His help: I’m so thankful I can talk to Him. . .I wouldn’t make it without these conversations..

Pray without ceasing … talking to the Lord all day. It is much better than talking to myself!

DEUS E CAFÉ

Coffee Bible Pictures | Download Free Images on Unsplash
 Crédito: Getty Images/iStockphoto


Portland, Oregon – Nos Estados Unidos

Eu estou sentada na nossa mesa que fica num cantinho aconchegante da cozinha. O sol da primavera está brilhando nas janelas enquanto eu contemplo o nosso pequeno quintal. Eu amo esse pedacinho da nossa casa. Por incrível que pareça, esse é o meu “esconderijo”, especialmente nesta hora da manhã.

Os meus três filhos mais velhos saíram há 15 minutos para irem para a escola. Os dois mais novos ainda estão dormindo no andar de cima, e o meu marido acabou de sair para a aula. Na realidade, eu estou sozinha em uma casa quieta – pelo menos por alguns minutos, e eu estou feliz!

Depois de limpar a mesa dos restos de café da manhã da família, minha xícara de café está pronta, enquanto eu coloco uma fatia de pão de canela com passas na torradeira. Meu caderno, Bíblia e comentários bíblicos estão abertos, ocupando a maior parte da mesa. Eu consigo dar um jeito e achar um lugar para colocar um pires para servir a minha torrada com manteiga, um pouco de mel e uma fatia de queijo. Ah! Meu café da manhã está pronto.

Eu dou uma mordida na deliciosa torrada, tomo um gole de café, e então abro o livro de comentários bíblicos para ler a explicação das Escrituras sobre o próximo capítulo do meu estudo a respeito da ORAÇÃO. Eu leio o versículo, procuro ele nos comentários e então escrevo um resumo dos meus próprios pensamentos em meu caderno. Estou passando pelo Novo Testamento, e é muito precioso! Eu estou aprendendo muito e, pelo simples fato de anotar as minhas reflexões, elas ficam de forma mais permanentes na minha mente.

Meu café e minha torrada já estão quase acabando – o café esfriou um pouquinho enquanto eu estou escrevendo, e eu gosto de café bem quente! Penso em comer outra torrada, mas escuto alguns barulhos no andar de cima. As crianças menores acordaram… Eu rapidamente pego meu material de estudo e o coloco em um lugar alto o suficiente para que pequenas mãozinhas não consigam alcançá-lo – desta vez, eu coloquei em cima da geladeira.

Enxugando as mãos no meu avental, eu subo as escadas íngremes correndo e começo o meu dia, orando enquanto prossigo. Eu vou precisar da ajuda Dele: eu sou muito grata por poder conversar com Ele. Eu não conseguiria sem essas nossas conversas…

Ore sem cessar… falando com o Senhor o dia todo. É muito melhor do que falar comigo!

CHOVENDO EM PORTLAND

(Benjamin Brink/The Oregonian) LC- The Oregonian

Um dia frio e chuvoso – típico de Portland, Oregon — Novembro

É hora de ir para casa. Eu corro para o meu carro, destranco-o, torcendo para não ficar totalmente molhada enquanto eu abro a porta e fecho rapidamente, entro, jogo os livros que estou carregando no banco da frente e bato a porta. Eu quero fazer tudo em um movimento rápido e fluido, para continuar enxuta, mas eu não tenho muito sucesso.

Eu saio, e o trânsito está lento. São 5:30 da tarde, a hora em que todo mundo quer ir para casa. Tudo ao meu redor está cinza. A forte chuva que está caindo, cria uma cortina que esconde tudo parcialmente, de modo que não há cor, deixando só aquele cinza sombrio.

Eu começo a falar com Deus sobre o dia: agora é um bom momento para isso. Eu tenho muitas coisas que eu quero falar com Ele, incluindo os materiais para as aulas de grupos de diferentes idades na igreja, onde sou a mais nova integrante da equipe: Pastora responsável pelo Ministério de Ensino Bíblico. Essa responsabilidade é um desafio – e eu amo ele.

Entretanto, neste momento, eu estou pronta para chegar ao meu pequeno apartamento, ligar o aquecedor, tirar essas roupas molhadas e pegar um pouco de café. Como eu estou morando sozinha, a refeição de fim de tarde é super simples.

Enquanto eu dirijo, minha mente viaja para uma cidade há milhares de quilômetros de distância, em um outro continente, onde eu vivi durante os últimos 20 anos. O número de habitantes está na casa dos milhões, em comparação com as centenas de milhares em Portland. Chove forte em Belo Horizonte, mas é uma chuva quentinha, não é gelada como em Portland.

Eu começo a falar sobre isso com o Senhor, perguntando a Ele quando eu vou voltar para aquela cidade e pessoas que amo.

Eu ouço uma voz. Ela fala baixinho: mas quando eu a escuto, eu presto bastante atenção:
“Você vai retornar, mas não ficará por lá permanentemente.”

Eu agarro o volante, consigo sair do trânsito e ir para o meio-fio, onde desligo o carro, coloco meus braços e cabeça no volante e chego a soluçar de tanto chorar.

“Senhor, o que sobrou? A infidelidade do meu marido e seus filhos com outra mulher me deixaram sem casamento e de mãos vazias.

Eu Te agradeço por cuidar de mim. O Senhor é fiel e demonstra o seu amor por mim de muitas maneiras!

Lembrando poucos dias atrás, eu ainda não consigo acreditar como eu caí de todos aqueles degraus da escada da igreja, com os meus braços ocupados, segurando uma caixa de livros e não me machuquei!
Estava trabalhando até tarde e o prédio estava vazio. Eu consegui me levantar do chão daquela escada, respirar fundo, juntar todos aqueles livros e terminar minhas tarefas antes de ir para casa.
Eu nem tive hematomas depois daquele tombo – mas eu ainda me lembro de como eu fiquei assustada e agradecida quando eu pensei em todos os “e se”…

“Pai, eu vou guardar essas palavras na minha mente e não vou pensar nelas. Se for a Sua vontade, o Senhor vai me mostrar quando for a hora e vai me dar a força de que eu preciso.”
Eu paro de soluçar, limpo os meus olhos, ligo o carro e volto para o trânsito, fazendo o que eu disse a Ele que faria.

Agora, estamos em 2021 – quase 31 anos depois daquela noite em Portland, Oregon.
Uma vez mais, eu estou em Portland. Embora eu não queira, creio que chegou a hora de colocar essas palavras na minha frente, orar para aceitar a realidade delas e aprender a andar nelas.

“Pai, eu vou precisar da sua ajuda!”

Voni

RAINING IN PORTLAND

(Benjamin Brink/The Oregonian) LC- The Oregonian


Portland, Oregon November A Cold and Rainy Day
Typical of Portland.

It is time to go home. I run to my car, unlocking it, hoping to not get totally wet as I open the door, hop in, dump the books I’m carrying into the front seat and slam the door shut. I want it all to be a fast and fluid motion so I can remain dry; I didn’t quite succeed.

I pull out into the slowly moving traffic. It’s 5:30 pm, the hour when everyone wants to get home. Everything around me is grey. The heavily falling rain creates a curtain that partially hides all so there is no color except that dismal grey.

I begin talking with God about the day: now is a good time for that. I have many things I want to discuss with Him, including Class material for different age groups at the church where I’m the newest staff member: Pastor of Education.. The responsibility is challenging – and I love the work.
However, at the moment, I’m ready to get to my small apartment, turn up the thermostat, get rid of these wet clothes, and get some coffee. Since I live alone, the evening meal is super simple.

As I drive, my mind moves to a city thousands of miles away on a different continent, where I’ve lived the past 20 years. The number of inhabitants is in the millions, rather than the hundreds of thousands in Portland, It rains hard in Belo Horizonte, but it is a warm rain, not cold like in Portland.
I start talking about it with the Lord, asking Him when I will get to go back to that city and the people I love.
I hear a voice. It is rarely I hear it: but when I do, I pay close attention!
“You will return, but you won’t be there permanently.”

I grip the steering wheel and manage to get out of the traffic and over to the curb, where I turn off the ignition, place my arms and head on the steering wheel – and sob.

“Lord, what is left? My husband’s unfaithfulness and his other children by another woman left me with no marriage and empty arms.”

“I thank You for caring for me. You are faithful – and show me Your love in so many ways! I remember how I fell down all those steps at the church, my arms loaded with a box of books, and I wasn’t hurt! That day, I was working late and the building was empty, I was able to get up from the bottom of that stairway, take some deep breaths, gather up all those books, and finish my tasks before going home. I didn’t even have bruises after that fall. (But I still remember how scared and thankful I was when I thought of all the “what if’s “)

“Father – I am going to tuck these words of Yours away in my mind and not be thinking of them. If that is Your will, You will show me when it’s the time and give me the strength I will need.”

I stopped sobbing, wiped my eyes, started the car, and edged into the traffic: doing what I told Him I would do.

Now – it is 2021 – 31 years after that night in Portland, OR.
Once again, I am in Portland. Although I don’t want to, I believe the time has come to pull out those words from long ago, pray about accepting their reality, and learn how to walk in them. Father, I will need Your help!

Voni

REALIDADES DO SALMO 25

Prefácio

Estou de volta – finalmente!
Desde Dezembro de 2019 (minha última postagem consistente) este blog tem sido menos frequente assim como o meu momento.

Dos EUA pra Brasilia
         pra Natal;
         de volta à Brasilia;
         COVID-19 pandemia mundial;
         Quarentena no Brasil;
        Retorno aos EUA antes da parada dos voos;
        Miami;
        Georgia;
        Miami;
        Adoeci de Covid-19;
        Quarentena em Miami;
        Três meses até eu testar negativo;
        Viajo para Portland em Oregon logo antes do Natal;
        Continuo enfrentando os sintomas da Covid.

Agora é Fevereiro, um amigo no Brasil está publicando as postagens porque eu preciso de ajuda.

AGORA – Eu quero voltar a postar a cada semana – finalmente!

Então – vamo que vamo! 😉😊

Um lembrete: Não há sequência nestas publicações.

Elas são simplesmente pensamentos, lições aprendidas na vida diária para você aplicar se achar valor nelas.

Então – aqui vamos nós:

Realidades do Salmo 25

Belo Horizonte, Minas Gerais – Brasil em 1975.

Estou sentada nos degraus da escada que vai da sala de estar para a sala de jantar. A casa está bem silenciosa, o que é raro. Eu estou um tanto quanto atordoada com os pensamentos que passam por minha mente.

O que está acontecendo com a minha vida? Na minha casa? Eu não sei, mas sei que não é bom. Muito estresse, muitas discussões até mesmo entre os meus filhos e, certamente, entre eu e o meu marido.

“Senhor, eu preciso de mais entendimento. Por favor, ajuda-me.”

A minha Bíblia está na escada, ao meu lado. Eu a abro sem nenhum propósito específico e começo a ler. As palavras me acertam em cheio – Eu paro…

Começo a ler de novo, desta vez com toda a minha atenção.

A maioria dessas palavras é para mim!

Salmo 25

Salmo de Davi.
1 A ti, Senhor, elevo a minha alma.
2 Em ti confio, ó meu Deus.
Não deixes que eu seja humilhado, nem que os meus inimigos triunfem sobre mim!
3 Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado; decepcionados ficarão aqueles que, sem motivo, agem traiçoeiramente.
4 Mostra-me, Senhor, os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas;
5 guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo.
6 Lembra-te, Senhor, da tua compaixão e da tua misericórdia, que tens mostrado desde a antigüidade.
7 Não te lembres dos pecados e transgressões da minha juventude; conforme a tua misericórdia, lembra-te de mim, pois tu, Senhor, és bom.
8 Bom e justo é o Senhor; por isso mostra o caminho aos pecadores.
9 Conduz os humildes na justiça e lhes ensina o seu caminho.
10 Todos os caminhos do Senhor são amor e fidelidade para com os que cumprem os preceitos da sua aliança.
11 Por amor do teu nome, Senhor, perdoa o meu pecado, que é tão grande!
12 Quem é o homem que teme o Senhor? Ele o instruirá no caminho que deve
seguir.
13 Viverá em prosperidade, e os seus descendentes herdarão a terra.
14 O Senhor confia os seus segredos aos que o temem, e os leva a conhecer a sua aliança.
15 Os meus olhos estão sempre voltados para o Senhor, pois só ele tira os meus pés da armadilha.
16 Volta-te para mim e tem misericórdia de mim, pois estou só e aflito.
17 As angústias do meu coração se multiplicaram; liberta-me da minha aflição.
18 Olha para a minha tribulação e o meu sofrimento, e perdoa todos os meus pecados.
19 Vê como aumentaram os meus inimigos e com que fúria me odeiam!
20 Guarda a minha vida e livra-me! Não me deixes decepcionado, pois eu me refugio em ti.
21 Que a integridade e a retidão me protejam, porque a minha esperança está em ti.
22 Ó Deus, liberta Israel de todas as suas aflições!

Elas também estão falando com você?

Voni

PSALMS 25 – IS THIS A REALITY?

Preface

I’m back – finally!
Since December 2019 (my last consistent posting) this bog has been “come and go”, as I have come and gone.

From US to Brasilia
         to Natal
         to Brasilia
         COVID-19 worldwide
         Quarantine in Brazil
        Return to states before flights were closed
        Miami
        Georgia
        Miami
        I am sick with Covid-19
        Quarantine in Miami  
        Three months before I test negative
        To Portland, OR just before Christmas
        Still fighting results of Covid

It is now February, a good friend in Brazil is going to start doing the posts, for I need help.

NOW – I want to return to one post a week – finally.

So – here we go. 😉😊

A reminder: There is no sequence to these posts.

They are simply thoughts, lessons learned in daily life for you to apply if they are valuable to you.

So – here we go.

Psalms 25 – Is This Reality?

Belo Horizonte, MG Brazil – 1975

Psalms 25:1
I am sitting on the stairs, going up from the living room to the dining room. The house is quiet- which is rare.

I’m in somewhat of a daze as thoughts race through my mind.

WHAT is happening in my life, in my home? I don’t know, but it is NOT good! Too much stress, arguments even among my children and certainly between my husband and I!

“Lord, I need more understanding. Please help me!”

My Bible is setting on the stairs beside me. I open it idly and start reading.

The words hit me – I stop.

I start reading again, this time with all my attention.

Most of these words are for me!

Psalm 25

A psalm of David.
1  O LORD, I give my life to you.
2  I trust in you, my God!
Do not let me be disgraced,
    or let my enemies rejoice in my defeat.
No one who trusts in you will ever be disgraced,
    but disgrace comes to those who try to deceive others.
Show me the right path, O LORD;
    point out the road for me to follow.
5  Lead me by your truth and teach me,
    for you are the God who saves me.
    All day long I put my hope in you.
6  Remember, O LORD, your compassion and unfailing love,
    which you have shown from long ages past.
7  Do not remember the rebellious sins of my youth.
    Remember me in the light of your unfailing love,
    for you are merciful, O LORD.
8  The LORD is good and does what is right;
    he shows the proper path to those who go astray.
9  He leads the humble in doing right,
    teaching them his way.
10  The LORD leads with unfailing love and faithfulness
    all who keep his covenant and obey his demands.
11  For the honor of your name, O LORD,
    forgive my many, many sins.
12  Who are those who fear the LORD?
    He will show them the path they should choose.
13  They will live in prosperity,
    and their children will inherit the land.
14  The LORD is a friend to those who fear him.
    He teaches them his covenant.
15  My eyes are always on the LORD,
    for he rescues me from the traps of my enemies.
16  Turn to me and have mercy,
    for I am alone and in deep distress.
17  My problems go from bad to worse.
    Oh, save me from them all!
18  Feel my pain and see my trouble.
    Forgive all my sins.
19  See how many enemies I have
    and how viciously they hate me!
20  Protect me! Rescue my life from them!
    Do not let me be disgraced, for in you I take refuge.
21  May integrity and honesty protect me,
    for I put my hope in you.
22  O God, ransom Israel
    from all its troubles.

Do these words of David challenge you as they do me?